Cuidados de verão

Com o verão ‘à porta’ e o calor a apertar, nunca é demais relembrar alguns cuidados de saúde para evitar problemas maiores. Muitos de nós conhecemo-los, mas são poucos os que os seguem sempre.

POR Dr. Gonçalo Barradas (Médico Pós-Graduado em Medicina Desportiva)

 

É por demais conhecido o cuidado que se deve ter perante a exposição do corpo aos raios solares, mas nunca é demais referi-lo.

Sempre que estivermos expostos ao Sol enquanto pedalamos (ou não), devemos usar um protetor solar com índice de proteção UV 30 ou superior, e que também seja resistente à água, caso façamos paragens para nos refrescarmos numa praia ou num rio, ou até mesmo em passeios onde possamos eventualmente molharmo-nos.

Ainda assim, é recomendável que se renove a aplicação do protetor após ter entrado na água, pois além de proteger a pele, também a hidrata.

Não economizes, usa e abusa do protetor!

Renova a sua aplicação de hora em hora no período de maior calor (entre as 11h00 e as 16h00, sensivelmente). Inclusive mesmo durante o inverno ou em dias mais frescos, é recomendado o uso do protetor solar para quem pedala. Sabias? Para os lábios, e sobretudo para fazer frente ao vento, utiliza também um protetor labial, o comum “batom para o cieiro”. Evita o uso de perfumes ou de produtos à base de álcool, como “after-shave”, colónias ou outros cosméticos.

Protege bem os olhos

Mesmo em dias em que o calor não seja extremo, devemos lembrar-nos que, se estiver muito vento e nas horas de maior calor, o perigo de problemas de pele é exponencialmente superior. A retina seca perante o vento, o que pode causar problemas de visão. Nesse caso utiliza soro fisiológico para hidratar os olhos e, caso os sintomas se agravem, procura um especialista.

Quando andares de bicicleta, utiliza óculos com uma boa proteção UV. Estes evitarão que os olhos sequem em demasia e também o impacto com pequenos insetos e/ou eventuais objetos (ramos, folhas, areia, pedras, etc.). Lembra-te que uns bons óculos devem bloquear a radiação solar em cerca de 95-99%. No mercado existem também gotas fotoprotetoras,embora a sua eficácia não seja tão comprovada como a dos óculos.

 

Leia aqui o artigo na sua totalidade – Fonte Bikes World